Seja bem vindo ao blog! Aqui você conhecerá minhas experiências sobre o processo da minha cura da Síndrome do Pânico. Faço um trabalho missionário. Gravei um cd: a cura dos medos onde conto meu testemunho, canto e faço oração para ajudar as pessoas que sofrem desta doença. Se tiver interesse entre em contato pelo e-mail: nicemorales@hotmail.com

Conheça também o meu blog: Bom para meu filho , vivo bem sem lactose.

Espero que goste!

ESTE BLOG AGORA ESTÁ NO FACEBOOk! Você pode acessar:


VENÇA O MEDO


domingo, 22 de julho de 2012

Terço do Perdão para a sua cura interior.

Todos nós sabemos ou pelo menos já ouvimos dizer que é preciso perdoar. É um mandamento de Jesus. Ele mesmo disse que devemos perdoar setenta vezes sete, ou seja, quantas vezes precisarmos. Como somos humanos, é da nossa natureza amar e odiar, sentir alegrias e raivas, se relacionar e passar por experiências boas e ruins com elas. Acontece com todos nós. E tudo o que vivemos dia a dia, não tem jeito, o cérebro vai registrando, vai guardando as coisas boas e ruins. Só que tem situações da vida que nos marcam demais, não é mesmo? Tanto as grandes emoções como uma viagem inesquecível, um nascimento de um bebê, um pedido de casamento, a festa de noivado, casamento ou Bodas, ou a compra de um bem tão esperado, como também as emoções negativas que se tornam grandes e bem dolorosas como a morte de alguém, a separação de um casal, a separação de uma amizade a longo tempo, fim de um namoro longo, ou um filho que vai embora, uma briga em comunidade, a mudança de residência inesperada,a perda do emprego, um grande desprezo por parte dos pais, cônjuges, um patrão, pastor, padre, médico ou qualquer outro líder. Todos nós temos estas situações dentro de nós, uns com maiores intensidades , outros com menos.



 As nossas personalidades diferentes até nos fazem reagir de formas diferentes a estas emoções boas e ruins. Tem pessoas que choram por pouca coisa, outros parecem frios e insensíveis até nos grandes momentos, outros falam o que pensam na hora e depois se arrependem, outros gostariam de falar e na hora não sai nada mas depois na frente do espelho vem todo o discurso e o pensamento: porque é que eu não falei na hora!!!  Somos assim.... eu sou assim.Com certeza você é assim.
E neste vai e vem da vida somos marcados, machucados e feridos em situações que nós mesmos provocamos, e que outras pessoas provocaram em nós também. Na minha humanidade, no meu jeito de ser, de pensar e da forma que fui educada e amada eu tenho meus comportamentos que nem sempre são agradáveis a mim mesma e nem aos outros. Eu carrego em mim egoismo, friezas, vinganças, raivas, ciúmes, invejas e outras coisas que no dia a dia vou demonstrando aos outros com quem convivo. E neste convívio muitas falhas  eu cometo.E nestas falhas vejo o quanto preciso me perdoar.E se eu falho o outro também falha. E se o outro erra como eu, eu preciso aprender a perdoar o outro.E preciso do seu perdão também.



O Perdão é uma ação que todos nós deveríamos conhecer, estudar, e fazer acontecer em nossas vidas.Todos os dias devemos usar o perdão para que a nossa mente que foi machucada vá sendo curada e liberta do peso que a mágoa, o ressentimento trouxe em nós. Ninguém gosta de perdoar porque mexer no assunto dói. E dói mesmo.É Machucado. É ferida que está em mim. Mas o perdão é a pomada. É a pomada sobre a ferida que ainda dói, mas que se passar todos os dias, aos poucos não vai mais doer. Se não tivesse ferida não precisaria de pomada sobre ela. Se não tivesse mágoas não precisaria de perdão. E as mágoas e ressentimentos nos tiram a alegria de viver. Nos tiram a graça de caminhar e nos dá medo também. O magoado não vai mais na casa do amigo, não vai mais nas festa porque lá brigou com alguém, não vai mais na igreja porque está magoado com Deus que não deu a graça que ele queria ou não salvou alguém da morte, não vai mais no grupo de oração porque brigou com o coordenador, com o ministério de música, não vai mais naquela cidade porque lá teve um momento ruim, não conversa mais com o marido, com a esposa, com o pai, com o filho,com o genro, com a nora, com o irmão e assim vai se fechando, se fechando e ficando sem vida e com medo de viver! E a pessoa começa a adoecer.



 Além da mágoa tomar conta do seu interior, o medo e o isolamento, vai entrando e tudo isto se torna um peso para viver. E sem falar que isto se torna uma enorme brecha para o demônio atuar em outras situações ruins em nossas vidas como os vícios. Mágoas levam a beber mais, a comer mais, a ficar mais na internet,etc... criando em você um mundo isolado e ainda nos apoiamos na frase: é melhor viver só do que mal acompanhado.
Não é a verdade! A verdade que não queremos viver só. Deus nos fez para vivermos em comunidade, na partilha do amor e isto precisa voltar a acontecer na sua vida.
Então é preciso sempre, mas sempre se decidir pelo perdão. E como Jesus sabe que o perdão dói, Ele propõe que você perdoe sempre, para que na suas forças humanas vá aos poucos e devagar, mas vá perdoando junto com a PESSOA de JESUS, que atuará de forma sobrenatural sobre esta dor. O Espírito Santo irá retirando da sua mente, da sua alma e até do seu corpo as dores que a mágoa e o ressentimento causaram.Talvez você chore porque doeu, porque dói ainda. E chore muito.Eu digo que é o choro mais lindo que temos: o choro do perdão.Melhor do que quando choramos na hora da raiva, ou da briga. São lágrimas de cura interior. 



O que você precisa fazer é aceitar a condição de ser um ser humano que PERDOA sempre. Perdoar passa a ser uma decisão sua assim como você decide o que você quer comer, vestir, estudar e outras decisões importantes para a sua vida e seu bem estar.
Eu decido perdoar.
 Você não quer viver mais leve e feliz? Parar de ficar pensando todos os dias naquela cena, ou naquela pessoa que te machucou, ou no assunto que não sai de sua cabeça? Deixa isto com Jesus então! Tire de você! Se liberte pelo perdão. Começa agora!  abra a boca e recite uma oração mesmo com muita dor, mesmo chorando, mesmo com raiva ou ódio daquela pessoa, mesmo que ela não mereça diga: Em nome de Jesus, pela fé eu perdoo esta pessoa. Jesus abençoe esta pessoa onde ela estiver e me liberte de tudo o que eu sinto de ruim dela e daquilo que ela fez pela graça do perdão.Amém.Em teu Nome , eu decido hoje perdoar esta pessoa.
Quando você começar a dizer isto todos os dias, aos poucos, mas sempre que precisar, você começou a sua cura interior. Talvez as pessoas que te magoaram nem saibam que você está perdoando-as mas você começará a se sentir mais leve, porque você mesmo está cortando de sua mente este fardo que carrega a muito tempo e pela oração diária do perdão está entregando esta pessoa, as mágoas que causaram e as consequências a Jesus que como Ele é justo e manso dará a cada um a recompensa conforme  os seus atos. 



Muitas doenças somem também quando decidimos perdoar. Muitas mesmo! Incluo nelas o medo e o pânico.  Um médico amigo meu que também é participante da renovação carismática , sendo ele especialista das doenças das mãos, contou que certa vez entrou uma senhora no seu consultório com as mãos cheias de nódulos devido a gravidade das inflamações nas juntas dos dedos ( doenças como artroses, artrites) e ele antes mesmo de medicar disse a ela: As suas mágoas e falta de perdão está aparecendo nos dedos de suas mãos, você precisa perdoar. Quem te machucou tanto assim? A paciente começou a chorar, desabafou suas mágoas e muitas curas começaram a acontecer na vida daquela mulher porque um médico cristão agiu antes com a pomada do perdão. 
Eu digo que assumir o perdão é um ato de amadurecimento pessoal. Sair da infantilidade. Uma criança quer fazer birras e chorar. Um verdadeiro adulto maduro quer resolver.
Perdoar é resolver uma dor. Por fim numa situação ruim.
Se você se decidir ser um ser humano livre e que perdoa eu deixo abaixo um terço que aprendi a rezar na minha caminhada de oração para te ajudar. Este terço foi inspirado e criado pela Sra Maria Gabriela que participa da Renovação Carismática Católica, no ministério de cura e libertação a muito anos.



Maria Gabriela na Comunidade Canção Nova


Este terço nasceu quando uma pessoa estava cheio de feridas estranhas pelo corpo e passado por tantos médicos que não descobriam a causa e remédio nenhum curava, ela foi procurar a Maria Gabriela para que rezasse por ela. Quando ela rezou o Espírito Santo disse  que a pessoa deveria perdoar muitas coisas e muitas pessoas na sua vida. Estava com a alma cheia de mágoas e feridas como o corpo estava mostrando.Veio então a inspiração do terço e ela passou para a pessoa rezar. Esta rezou e na mesma semana, sumiu todas as  feridas do corpo. A partir disto ela passou a divulgar o terço junto a comunidade dos Salvistas. São inúmeros os testemunhos das graças e curas que acontece  no interior, na alma e no corpo de quem reza. Hoje já tem o livro editado pela palavra e prece ou pelo  cd gravado pelos salvistas se você quiser adquirir para te ajudar a rezar todos os dias, colocando no carro, em casa ou até mesmo dar de presente para alguém que não consegue perdoar. 




O Terço completo traz orações do perdão e da cura. Uma benção ter este material, mas você pode ir rezando caso não consiga comprar desta forma ainda.


Comece hoje a rezar o Terço do perdão:


Na cruz: O Creio
Rezar: Eu creio que Jesus me liberta da falta de perdão, do ódio, da mágoa, do ressentimento, do sentimento de vingança, etc...
Rezar: Pai Nosso e as 3 Ave Marias.
Nas contas do Pai Nosso: rezar o Pai Nosso, e quando chegar no versículo que diz: perdoai nossas ofensas assim como nós perdoamos...você diz: assim como eu perdôo e coloca aqui os nomes das pessoas que te ofenderam e termina o pai nosso.
Nas Aves- Marias: repetir 10 vezes: Eu amo e perdôo, eu perdôo e amo....
Terminando as 10 contas rezar o Glória.
Terminando o terço rezar Salve Rainha e o Magnificat ( Lc 1,46-55)






Que Jesus ajude  você hoje a se libertar pelo perdão. 
A decisão é sua.
A graça é com ELE.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Renuncie para vencer o Medo!

Estava rezando nesta semana e li esta passagem da Bíblia:


 " Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me ". (Mateus 16,24.)


 Um convite de Jesus para cada um de nós, mas que é bem difícil de entender  quando estamos cheios de dores,medos e sofrimentos. Eu mesma quando ia ao grupo de oração, não suportava ouvir nada sobre cruz, sofrimentos, porque eu estava sofrendo muito e eu estava lá porque me disseram que Jesus era( e é) a paz, o consolo , a cura, o frescor da alma. Como assim então carregar minha cruz? eu não queria carregar mais o pânico, queria entregar tudo pra Jesus. 




Mas a cada encontro que eu tinha com Jesus, Ele foi me amadurecendo na minha fé tão pequena para entender mais das coisas do céu, dos mistérios da vida espiritual, dos momentos em que Ele poderia curar e outros momentos em que Ele me ensinou a suportar a minha dor mas com uma grande diferença: desde que eu O aceitei como o meu Senhor, Ele esteve sempre ao meu lado, em tudo, e as dores que eu sentia foram suportadas de uma forma sobrenatural. E esta dor me fez crescer e me fez olhar mais para mim mesma, para me conhecer. Parei pela dor no caminhar da minha vida e fiz a pergunta: Quem é você Nice? 
 Hoje eu me conheço mais espiritualmente, vi o quanto amadureci na minha espiritualidade e na minha fé, o quanto eu cresci e como minha alma aprendeu a ser forte e a renunciar mais para viver os caminhos de Jesus que Ele mesmo nos faz passar por muitas etapas.
Eu tinha uma pergunta sempre comigo: " Se eu fizer mais isto hoje o que vai acontecer comigo?" sempre me perguntava quando tinha receios e medos de sair de casa, de ir a um retiro novo, uma palestra nova, uma consulta médica, numa missa que me convidavam.



 A Pedagogia de Deus é diferente da pedagogia do nosso mundo. Ele nos ama, mas seu amor zeloso nos educa e reeduca da nossa má formação espiritual que tivemos na família e na sociedade. Ele não dá tudo o que pedimos e queremos. Não dá tudo de uma vez.Ele sonda nossas palavras, comportamentos  e promessas que dirigimos a Ele. Nos prova no fogo muitas vezes para apurar o melhor de nossa alma, de nossas palavras tolas, de nossos comportamentos inconstantes, nos ajudando a se libertar da frieza, do egoismo, da mentira, do orgulho, da forma de ser, tantas vezes vazias e sem sentido, das más tendências que todos nós carregamos aqui dentro. É como diz na Bíblia: " ...porque o Senhor, vosso Deus, vos põe à prova para ver se o amais de todo o coração e de toda a vossa alma." Deuteronômio 13,3.


Hoje leio a Bíblia com gosto e desejo de aprender e conhecer, rezo o terço com mais devoção, faço confissões com mais zelo lutando para não cair de novo no pecado confessado , Adoro Jesus na Eucaristia sempre que posso. Muito diferente da Nice que só ia na missa antes porque minha mãe mandava. Como eu amadureci em Jesus. Entrou na minha alma um profundo temor ao Deus da minha vida, um profundo respeito, uma reverência que luto para não perder jamais até eu entrar na vida eterna. Mas sei que isto aconteceu por dois fatos: Minhas renuncias e a graça do Espírito Santo.
O medo, o Pânico que enfrentei me ensinou a renunciar muitas coisas.
Infelizmente aprendi a renunciar pela dor, mas hoje sei que foi muito bom para me moldar numa nova Nice.
Como tinha medo não conseguia ir mais num cinema porque dava fobia, não fazia mais tantos passeios em Shoppings porque tinha mal estar,Não comia tanta coisa gostosa porque o estômago vivia mal devido aos efeitos colaterais dos remédios controlados,  não entrava num elevador porque ficava sem ar e assim tantas outras coisas que pela dor foi me esvaziando....esvaziando e eu só procurava as coisas essenciais para a minha vida. E neste vazio Deus entrou mais, agiu mais e me fez melhor.


Jesus diz na palavra que quem quer segui-lo precisa primeiro renunciar e renunciar a si mesmo. Para você ir ao encontro de Jesus que é a paz, a cura, a libertação, o frescor, também o amadurecimento de sua alma, precisa se conhecer primeiro. Você já se fez esta pergunta: Quem sou eu? como eu sou? Não só fisicamente, mas como é a minha formação psíquica? sou uma pessoa otimista ou pessimista, corajosa ou medrosa, perfeccionista ou desorganizada, sensível ou durona, forte ou fraca? e na fé como eu sou? Temo a Deus ou não ligo? E na minha moral?falo mais mentiras ou verdades, cumpro o que falo para as pessoas ou não? Me sinto descente ou indecente nos gestos, no olhar, nas palavras que falo?
Quando fiz tratamento psicológico o médico me pediu uma vez para que eu escrevesse numa folha quem eu era: tudo o que eu fazia de bom e de ruim. Não poderia esconder nada de mim. Lembro que demorei uma semana pra escrever. Sempre relia e lembrava de alguma coisa.
Também fiz um retiro uma vez do qual fizemos a mesma dinâmica e depois colocamos esta folha na presença de Jesus Eucarístico.
Li também nesta época o livro:  Temperamento controlado pelo Espírito que me ajudou muito a conhecer minha personalidade.




Parece fácil mas é difícil se auto conhecer até porque muitas vezes de acordo com nossa formação e os traumas da vida, pensamos e achamos que estamos sendo bons muitas vezes e não somos e nem estamos e outras vezes nos depreciamos e não somos tão ruins assim.
É mais fácil o outro dizer a nós quem somos de fato.
Quando eu comecei a cantar e a tocar em grupo de oração eu me achava alegre e sorridente, até quando uma amiga chegou um dia pra mim e disse: Porque você sempre toca e canta com este ar bravo e sério? Levei um choque. Eu assim? Eu fazia outra imagem de mim. Foi uma cura pra mim a verdade da minha amiga.
Se conhecer é o primeiro desafio para seguir Jesus.



Se conhecendo melhor você renuncia a si mesmo e toma a sua cruz então...
Parece aqui que então renunciamos todas as nossas coisas boas para carregar  
a cruz do dia a dia que é tão pesada e difícil.
Até existirá momentos assim, mas hoje Jesus te convida a renunciar o seu lado ruim, o seu lado orgulhoso, o seu lado teimoso, o seu lado medroso, o seu lado irado,o seu lado preguiçoso, o seu lado mentiroso, aquela parte ruim de você que existe também.
Você precisa renunciar estas coisas de você e pegar sua cruz ou seja seu problema que está passando no momento para seguir Jesus , ir ao encontro Dele para que Ele comece a agir na sua vida.
É muito fácil entender isto. Porque tem pessoas que não melhoram, ou não se curam em situações que parecem tão simples? porque segue a Jesus, talvez rezando, indo a igreja mas sem renunciar a si mesmo, principalmente sua teimosia, seu orgulho, sua vaidade, e se não renuncia não tem como se deixar moldar pelo Espírito. Como é que Deus vai agir pela palavra de ciência de um irmão para a sua cura se está sempre armado no  orgulho, na  vaidade, no seu eu? Se eu resisto como vou pegar a minha cruz pra valer ou seja como vou encarar de frente de fato meu problema, e ir com ele até Jesus? 
Quando me disseram que eu precisava de um tratamento psiquiátrico foi um choque pra mim. O meu eu orgulhoso na primeira semana falou mais alto. Não eu não preciso disto. Meu problema não é tão grave assim, dá pra ir levando...
mas não dava não! ele estava se agravando...e se meus irmãos não me acordassem como fizeram com temor e verdade eu não estaria aqui hoje curada e escrevendo isto. Tive que renunciar meu medo de ir ao médico, tive que renunciar meu orgulho e aceitar as orientações de quem sabia mais e dizer: Sim Senhor, estou doente, preciso de Ti. Pego minha cruz e vou até o Senhor. 
Que momento mais lindo em mim.... o nada....o vazio... o encontro com o chão.... com o fundo do poço.... e o Senhor fez o que? retirou a cruz de meus ombros... olhou nos meus olhos e me encheu de amor...
Eu não resisti ao amor do Senhor. Eu decidi que queria ser tratada por ELE.


E fui muito bem tratada. Fui amada. Fui saciada.
E sou até hoje.
Então não tenhas medo. 
Em certas situações a resistência traz mais doenças e carências. E não tenha medo do medo. Busque a medicina, aceite os tratamentos se seu corpo e sua mente precisa, aceite as boas orientações de irmãos e irmãs que levam o ministério de oração a sério, aceite as graças do Senhor .... Renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e siga quem já carregou esta cruz por ti e pode tudo:


JESUS