Seja bem vindo ao blog! Aqui você conhecerá minhas experiências sobre o processo da minha cura da Síndrome do Pânico. Faço um trabalho missionário. Gravei um cd: a cura dos medos onde conto meu testemunho, canto e faço oração para ajudar as pessoas que sofrem desta doença. Se tiver interesse entre em contato pelo e-mail: nicemorales@hotmail.com

Conheça também o meu blog: Bom para meu filho , vivo bem sem lactose.

Espero que goste!

ESTE BLOG AGORA ESTÁ NO FACEBOOk! Você pode acessar:


VENÇA O MEDO


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Como fui curada da Síndrome do Pânico

Olá amigos do blog. Nestes dias uma pessoa me escreveu por e-mail pedindo para contar meu testemunho de como foi minha cura da síndrome do Pânico.
Foi uma história de 2 anos mas vou expressar alguns momentos abaixo. Espero que ajude você que está sofrendo neste momento. Tenha fé e esperança! Não desanima não!

Esta sou eu, alguns anos atrás. Eu ganhei uma viagem de presente para Jerusalém. Neste dia eu estava passando pelo Egito. Viajei doente, com pânico mesmo. Quando entrei no Egito, chorei muito porque lembrei da passagem da Bíblia onde o povo do Egito estava preso nas mãos do Faraó, e Deus envia Moisés para libertá-los. Eles saem do Egito percorre um deserto até chegar na terra prometida. Eu me sentia assim, presa na doença e meu caminho de cura parecia um deserto quente e sem visão de dias melhores, mas confiando em Deus eu enfrentei tudo com oração, sacrifícios e com muita fé.


Foi neste apto em São Paulo o lugar onde Deus agiu em mim. Eu morava ao lado da Paróquia de São João Bosco.  Quando surgiu o sintoma de mal estar, eu perdi os sentidos na faculdade onde cursava o primeiro ano de pedagogia. 
Precisei para de estudar.Meu corpo formigou inteiro neste dia, eu desfaleci, tive náuseas, me levaram para a secretaria e chamaram socorro. Uma amiga foi me buscar e me levou ao encontro de uma tia que coordenava na época um grupo de oração da Renovação Carismática Católica. Lembro deste dia. Ela me olhou bem nos olhos e disse: Nice você precisa de Jesus. Só Ele pode te ajudar numa situação desta. Perguntei : o que faço então? Vamos ao grupo de oração na Paróquia Dom Bosco onde estou coordenando. E na mesma semana ela me pegou e eu fui. Fui ao pronto Socorro também, mas os sintomas foram passando e não diagnosticaram nada grave naquele momento.


Nesta foto eu já estava tocando no grupo de oração. Mas quando cheguei lá, eu ainda não ajudava em nada. Estava um caco de pessoa. Sem forças, só me sentindo mal, com tremores, suor frio, medo, angustia, tristeza . Só queria chorar. Algumas mulheres no final do grupo vieram rezar para mim. Oraram e me orientaram que eu deveria fazer uma boa confissão da minha vida e depois passar a ir à missa todos os dias e comungar pedindo a Jesus que me curasse.
Realmente apesar de ser católica e sempre tocar nas missas, fazia tempo que eu não me confessava. Fui então com muita vergonha procurar um padre e comecei a me confessar e a ir na missa. A Paróquia tinha missas todos os dias.
Eu ia todos os dias. Comecei  aí a minha caminhada de cura.


Comecei a tocar no grupo de oração, depois me chamaram para tocar em retiros, seminários de vida no Espírito, e tantas coisas que eu ia em tudo. Percebia que quando estava com outras pessoas, me sentia bem e os sintomas diminuiam. Eu tinha sempre uma pergunta que eu fazia a mim mesma: Se eu fizer mais isto o que pode acontecer comigo? Os lugares que mandavam eu ir era só de paz, benção, onde eu via gente sendo curada, liberta e alegres. Eu queria estar lá. Queria sentir este Jesus que curava tanta gente. Tinha medo de ir também, porque tinha vergonha de passar mal na frente dos outros. E passei muitas vezes, mas eu comecei a ter o seguinte pensamento: Estou no mundo rodeado de gente. Se eu cair aqui, com certeza alguém vai me socorrer.
Então eu vou. Claro que se eu arrumasse uma amiga pra me acompanhar era bem melhor, eu me sentia mais segura. E assim fui caminhando. Nesta caminhada me orientaram também a procurar um médico psiquiatra. E a vergonha de ir nestes médicos? O preconceito era enorme, comigo mesma.
Mas precisei ir. E fui. Marquei a consulta, contei tudo o que sentia e o médico começou a me receitar remédios de tarja preta. Que horrível tomar aqueles remédios, uma sensação ruim de " Não tem mais jeito mesmo" ! Mas o Doutor me explicava com carinho que meu cérebro estava sempre em sentido de " alarme". Alarme falso, mas para o cérebro era real, então este remédio iria inibir o sistema nervoso central que ajudaria a me acalmar e consequentemente melhoraria meus sintomas. De fato obedeci o médico, tomava direitinho e passei a ser acompanhada por ele. E aos poucos o remédio foi me acalmando. Tinha efeitos colaterais que para mim era sempre a dor de cabeça, mas fui me acostumando. Fiquei tomando o remédio 2 anos. E nestes dois anos também fui a missa todos os dias, ia confessar toda semana e depois todo mês pela necessidade de falar, pois eu era muito calada, e isto foi sendo uma cura pra mim.O Padres me ouviam atentamente e me orientavam o que era pecado em mim e o que era apenas desabafo emocional. A confissão foi um meio de cura muito grande para mim. Sempre saía mais leve de lá. Ficava no sacrário todos os dias pelo menos 10 minutos, as vezes ficava uma hora. Tem dias que eu não falava nada, Tem dias que eu falava tudo pra Jesus. Tem dias que eu só chorava. Tem dias que eu rezava o terço. E teve dias que até dormi no sacrário. Mas ficava ali. Tinha fé que Deus olhava pra mim e fazia alguma coisa no meu cérebro.


Um dia então, após participar da missa que eu ia todas as noites, saí da igreja com muita dor de cabeça e sono. Fui para casa, pedi para uma amiga ficar um pouco com minha filha porque ainda era oito horas da noite para que eu pudesse tomar o remédio e dormir um pouco. Coloquei meu relógio pra despertar as dez horas da noite pra buscar minha filha e fui pro meu apto tomar o remédio de tarja preta. Qual surpresa, engoli o comprimido inteiro e na hora o vomitei inteiro. Achei estranho. Tomei outro. Aconteceu de novo.
Tomei a terceira vez e não conseguia engolir. Em seguida ainda com dor de cabeça me deu sono, muito sono. Fui deitar então sem remédios. E sonhei:
Sonhei que eu andava com um terço na mão, ao lado daquela minha tia que me socorreu no primeiro dia do meu mal estar na faculdade e com ela no sonho comecei a andar em todos os lugares onde eu sentia medo e ela ia me dizendo no sonho: Levante a cabeça Nice, ande, não tenhas medo! E assim fui passando no metrô, onde senti mal, nas ruas da Lapa em São Paulo e em Pinheiros até chegar em sonho ainda num ponto de ônibus onde eu costumava a pegar para ir embora. Neste ponto. Olhei para o céu e vi uma enorme lua.
Achava que era uma Lua. A lua cresceu e quando vi melhor era uma " Hóstia ".
Eu me ajoelhei na hora no ponto de ônibus diante da Hóstia e de repente esta hóstia se partiu ao meio aparecendo duas mãos e em seguida vi o rosto de Jesus cravado de diamantes. Brilhava muito! E escutei: Cleonice Eu te curei!


Era uma voz firme e amorosa. Eu a escuto até hoje no meu interior quando lembro desta parte da minha vida. Então acordei chorando e com este sintomas: cabeça leve, sem dor nenhuma ( de cabeça), uma alegria enorme, mas enorme, sem medo algum. Tinha vontade de pular, gritar e sair na rua.
Eu não andava mais nas ruas direito por causa do medo e nem andava de ônibus. Como acordei nove horas da noite, dormi mais ou menos uma hora, eu então antes de buscar minha filha, saí para andar na rua. Fui até na padaria fazer o teste. Que alegria. Não sentia nada mesmo. E não senti dias depois e não consegui mais tomar os remédios também. Tive um encontro com Jesus.
Ele me curou. Naquela noite minha voz ficou diferente, tive vontade de cantar.
Futuramente abri um projeto dom amigos de um Coral do qual se chamou " Cantores da Glória " onde cantei, dei aulas e testemunhei por 10 anos esta graça de Jesus. 

Aqui eu já estava cantando e tocando curada. O que eu posso dizer pra você:
Pra cada pessoa Deus tem um plano de amor. Um plano de cura. Cura para a sua salvação. Para mim foi desta forma, terminando num sonho. Na Bíblia diz para não se apegar em sonhos a não ser que venham de Deus. Senti que este meu sonho veio de Deus. Sei que existe muitas informações a respeito do pânico e muitos motivos para ele começar, desde um stress, até hereditariedade. Aprendi que pela psicologia não teria uma cura total, mas com tratamento médico e remédios pode ser muito controlada e até sumir sintomas. Por causa da minha história, passei a conhecer e conversar com muitas pessoas com esta doenças. Algumas me disseram que foram curadas com remédios e terapias.
O que precisa acreditar que Deus o ama e deseja o seu bem estar. Se vai vir por médicos ou por orações, não sabemos mas você precisa ter confiança e fazer um caminho. Seja persistente. Busque rezar, meditar, limpar seu coração, comungar se for católico(a) e faça o tratamento médico certinho. Não desista! Deus tem uma resposta pra você. Eu convido você a buscar JESUS na Eucaristia. Minha cura foi por um sonho mostrando Jesus na Hóstia. Como católica sabemos que Ele está lá na Hóstia consagrada. Corpo e Sangue de Cristo! Não posso obrigar ninguém a mudar de vida ou de religião, mas foi esta a minha experiência e não foi nada ruim. Já se passaram mais de 15 anos que estou curada e nunca mais, nunca mais tive este mal estar. Creio que quando Deus faz uma obra, faz direitinho. Sou testemunha disto!


Depois continuei rezando em grupos de orações. Jesus ainda me ajudou na minha vida afetiva, eu estava separada na ocasião. Passei pelo Tribunal Eclesiástico, tendo a nulidade do meu primeiro casamento. Casei de novo na igreja, tive mais dois filhos e sigo a vida , claro com problemas , quem não os tem, mas sempre com fé, terço na mão e muita força pra passar por cada um deles. Muitas pessoas já me disseram que sou uma mulher forte e guerreira. Que eu passo isto a elas. Fico feliz de testemunhar isto. Eu choro também. E como choro. Eu peço muito a Deus. Sou " pidona " mesmo mas assumo hoje esta qualidade que o sofrimento me lapidou: forte e guerreira. Se está ajudando alguém nesta vida, Glorificado seja Deus. É meu desejo de coração. Ver o outro bem como eu fiquei bem. 


Hoje estou assim...confiante e sem pânico graças a JESUS que me Tocou.
( foto tirada em 2012) porque Tudo Posso Naquele que me Fortalece.
Permita-me rezar por você agora:

" Senhor, Glorificado seja o Teu Nome, Tua pessoa Divina. Te amo Senhor, Te louvo e te Glorificado. Adorado sejas Senhor. Jesus peço -te humildemente que o Senhor olhe hoje nos olhos desta pessoa que está lendo este meu testemunho. Sei Senhor que Tu podes curá-la. Eu te peço Pai, se for da tua vontade, cure-a. Conduza-a no teus caminhos, acalme os sintomas do pânico, retira o medo, o mal estar, toca com tuas mãos chagadas no cérebro desta pessoa, colocando tudo na ordem certa. Lava sua lembranças dolorosas, lava com teu sangue os resquícios de remédios, ameniza os efeitos colaterais e mostre a ela s Sua Face Senhor. Eu Creio Senhor, mas aumenta a minha fé.
Filho de Davi, tem piedade desta pessoa. Obrigada por tudo o que o Senhor irá fazer na vida dela. Obrigado Senhor. " Amém.

Pai Nosso....

Deus te abençõe!
Estarei rezando por você.
Se quiser escrever no meu e-mail e deixar seu nome. Colocarei em minhas orações.
Tenha fé, força! Deus agirá....