Seja bem vindo ao blog! Aqui você conhecerá minhas experiências sobre o processo da minha cura da Síndrome do Pânico. Faço um trabalho missionário. Gravei um cd: a cura dos medos onde conto meu testemunho, canto e faço oração para ajudar as pessoas que sofrem desta doença. Se tiver interesse entre em contato pelo e-mail: nicemorales@hotmail.com

Conheça também o meu blog: Bom para meu filho , vivo bem sem lactose.

Espero que goste!

ESTE BLOG AGORA ESTÁ NO FACEBOOk! Você pode acessar:


VENÇA O MEDO


quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Oração a Nossa Senhora das Rosas para abençoar a sua vida!







Hoje eu gravei mais um vídeo de oração à Nossa Senhora das Rosas.

Ganhei esta oração quando eu era adolescente. Eu estava num colégio aonde acontecia um grupo de oração da Renovação Carismática Católica. Eu tinha apenas 12 anos. Neste grupo estava o Pe. Jonas Abib, do qual ele fazia uma efusão do Espírito Santo e eu não queria ir nesta noite com a minha mãe rezar. Estava até muito brava e fiquei no canto da sala, bem emburrada mesmo. Coisas de adolescentes!

De repente, como um sopro, o Espírito Santo se manifestou com suas graças! Comecei a orar em línguas. Eu orava e chorava. Não estava entendendo absolutamente nada! Nem sabia que era um dom do Espírito! Fiquei tão assustada que saí correndo pros corredores do colégio! Uma Senhora viu meu desespero e foi atrás de mim. Ela me acalmou e disse que Deus tinha um plano lindo na minha vida e mesmo que eu ainda não pudesse entender, aos poucos Ele iria revelar. Ela tirou um santinho do bolso e me deu esta oração de Nossa Senhora das Rosas. Nunca tinha visto antes. E me disse que se eu tivesse dificuldades na vida, que eu deveria sempre recorrer a mãe de Jesus que iria me ajudar.

De fato, muitas vezes rezei a Nossa Senhora e ela me concedeu muitas graças!

Sei que você deve estar precisando de muitas graças hoje, então com fé, reze a Nossa Senhora e peça a ela a cura de seus medos, pânico, ansiedade. Ela irá falar prontamente com Jesus! E Jesus nunca nega um pedido de sua Santíssima Mãe! Com fé, oremos....


domingo, 17 de dezembro de 2017

Benção de Nossa Senhora do Novo Caminho com Pe Antonio Maria ( Português,...







Olá amigos..... Deixo hoje aqui uma benção especial do Padre Antonio Maria.

Não tenhas medo. Maria não teve medo. Ela enfrentou seus desafios com Deus!

E hoje ela te ampara e te protege. Te ajuda a vencer os seus medos, pânicos e ansiedades.

Confia!

Deus agirá!

Um Feliz e Abençoado Natal!



Forte abraço!

Nice Iász

No tempo de Deus...


Olá queridos amigos e amigas do blog! Faz tempo que venho tentando escrever de novo por aqui, mas confesso tem momentos que ainda está bem difícil  escrever. Aos poucos, com a graça de Deus e a ajuda de tantos amigos e amigas queridos, vou me renovando em força e graça pra continuar a caminhada. A vida é assim! Tem momentos que estamos bem, tem momentos que precisamos de ajuda mesmo! Mas Deus não nos desampara nunca! O amor Dele por nós é único. Não importa em qual tempo de vida você está. Nestes dias um amigo meu escreveu sobre : Envelhecer, a partir da data de seu aniversário. Escreve muito bem por sinal. Um dom lindo que Deus concedeu a ele, e eu partilho hoje aqui com vocês!
 Sei que este blog é pra ajudar tantas pessoas com medo e pânico. O que teria de especial sobre envelhecer? Mas sei que tem muita gente que tem medo do amanhã. Do futuro incerto. Daquilo que a gente não pode controlar ou ver. E as vezes este medo de perder o controle do futuro, nos dá muita ansiedade, nos leva a um pânico na alma. Precisamos aprender a viver com o tempo que aí está...
Basta caminhar e confiar em Deus.
Pedi permissão ao Rafael Tafarello,do qual escreveu tão bem este assunto, para você ler e refletir sobre sua vida, seus anos, seu tempo...
O tempo passa, doente ou não, forte ou fraco, com saúde ou doença, ele passa...
Que cada um de nós possamos viver bem o hoje, na confiança plena de que Deus está no controle de tudo e Ele pode tirar o bem de todo mal que vivemos a qualquer tempo, porque Ele é o Senhor do tempo....
Vamos deixar ser conduzidos por Ele....

Meu abraço a todos! Conte com minhas orações sempre!






Envelhecendo
ENVELHE-SENDO

(Por ocasião de meu aniversário, para quem ta com pique pra leitura kkk)

Na comemoração dos meus vinte anos, eu dizia que a tendência natural de todo ser humano é refletir sobre o tempo: o tempo que passou e o tempo que resta. Tempus fugit. O tempo foge sem parar. Mas, por convenção, só pensamos nele em datas especiais. Meus quase trinta anos está por vir. Será que eu os tenho ou eles já se foram e só tenho o tempo que resta?

Há poucos meses, o Papa Francisco, ao fazer oitenta anos, dizia que a palavra velhice, às vezes, assusta. E ele lembrava um verso de Ovídio: “a passos silenciosos, a velhice avança na minha direção”, para concluir que a velhice é mais uma etapa da vida e é preciso vê-la com alegria e esperança.

Andei lendo algumas reflexões sobre a velhice. Santo Agostinho, Norberto Bobbio, Saramago, Borges, Rubem Alves.

Santo Agostinho pergunta o que é o tempo. “Se ninguém me perguntar, eu sei; se o quiser explicar a quem me fizer a pergunta, já não sei. Quem o poderá apreender, mesmo só com o pensamento, para depois nos traduzir por palavras o seu conceito?”

Bobbio reconhece que louvar a sabedoria da velhice nos tempos modernos, nos quais o conhecimento se desatualiza de forma acelerada, é profundamente enfadonho. O velho hoje, mais do que nunca, é um estranho entre sistemas filosóficos e culturais que se sucedem de forma cada vez mais rápida. Quem louva a velhice nunca a viu de perto. E conclui que, entre o velho sábio da tradição retórica, o velho sorridente dos novos anúncios, celebrado membro da sociedade de consumo, e o desespero da velhice pobre há um abismo. São situações extremas. Entre elas, há uma infinidade de velhices.

Já Borges, num texto conhecido, reflete o que faria se pudesse voltar no tempo. Diz ele que cometeria mais erros e tentaria ser menos perfeito, pois era daqueles que nunca ia à parte alguma sem um termômetro.

Por outro lado Saramago pergunta: “Quantos anos tenho? Não preciso de um número para marcar, pois meus anseios alcançados, as lágrimas que derramei pelo caminho ao ver minhas ilusões despedaçadas…valem muito mais que isso.
O que importa se faço vinte, quarenta ou sessenta?!
O que importa é a idade que sinto.
Tenho os anos que necessito para viver livre e sem medos.
Para seguir sem temor pela trilha, pois levo comigo a experiência adquirida e a força de meus anseios.
Quantos anos tenho? Isso a quem importa?
Tenho os anos necessários para perder o medo e fazer o que quero e o que sinto.”

Gosto muito da expressão de Rubem Alves: envelhe – sendo. Particípio presente e não passado do verbo ser.

Com Mario de Andrade, posso dizer: “Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.
Tenho muito mais passado do que futuro.
Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas que, apesar da idade cronológica, são imaturas.
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, quero caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer a pena.
E, para mim, basta o essencial!"

E se basta o essencial, Brecht me faz pisar no chão:

“Eu vivo em tempos sombrios.
Que tempos são esses,
Quando falar sobre flores é quase um crime.
Pois significa silenciar sobre tanta injustiça?”

Ao ler todos este autores, convenci que ficar velho não é ruim. A velhice tem uma beleza que lhe é própria. A beleza das velhas árvores é diferente da beleza das árvores jovens. O triste é quando as velhas árvores, cegas para a sua própria beleza, começam a imitar a beleza das árvores jovens.

Tenho sempre repetido, em minhas falas, uma reflexão de Rubem Alves que gosto muito: O tempo se mede com batidas. Pode ser medido com as batidas de um relógio ou pode ser medido com as batidas do coração. A sabedoria dos gregos faz uma diferença entre estas batidas. Ao tempo que se mede com as batidas do relógio, eles davam o nome de chronos. A batida do relógio vai dividindo o tempo em pedaços iguais: meses, dias, horas, minutos, segundos. Vinte e nove anos! Quantos meses, quantos dias, quantas horas, quantos minutos, quantos segundos de vida? Quantos anos? Quantos cursos e faculdades? Quantos amigos e colegas? As batidas do relógio são indiferentes à vida e à morte, ao riso e ao choro, à alegria e à tristeza.

Mas há o tempo que se mede com as batidas do coração. A esse tempo os gregos davam o nome de kairos. Não é o tempo do cronômetro, mas o tempo da vida como realidade significativa do ser humano. Não é o tempo que se mede em dias e horas, mas pelo significado que damos a ele.

E a partir daí vou dando significados para a minha vida, passando pela minha terra Natal, em Itatiba/SP. Vivendo as loucuras do dia a dia, esse tempo demasiado errado e sem sentido em tudo, apenas ao tempo de meros mortais que se veem presos em seus alicerces para chegar ao fim da vida e deixar tudo. E de que valeu apena?

Guimarães Rosa, em Grande Sertão Veredas, coloca na boca de Riobaldo, o jagunço e herói, a diferença entre chronos e kairos:
“A lembrança da vida a gente guarda em trechos diversos, cada um com seu signo e sentimento, uns com os outros, acho que não se misturam. Contar seguido, alinhavado, só mesmo sendo as coisas de rasa importância. Tem horas antigas que ficaram muito mais perto da gente que outras, de recente data.”

Kairos, as batidas do coração, me salva do chronos, as batidas do relógio. E as batidas do coração me levam aos meus pais que me deram a vida, aos meus irmãos queridos. E lembro de uma maneira especial dos que já se foram: meus avós maternos e paternos, e de meu pai, que pouco o conheci, a todos que estão presentes nessas batidas, parentes e amigos, muitos dos quais estão hoje aqui. Mas me levam principalmente à família que tenho, todos, razões maiores das batidas do coração, que as batidas do relógio nunca conseguirão destruir.

Quando olho para uma foto minha recente e comparo com outras antigas que estão nos porta-retratos, eu entendo as medições do chronos. Alem disso, há o espelho que reflete as marcas do tempo. Mas o coração não se importa com o chronos. O coração entende de vida. Kairós mede a vida pelas pulsações do amor. Chronos faz as somas de anos e me diz que eu fiquei mais velho. Faço as subtrações e percebo que me resta cada vez menos tempo. Já estou roendo o caroço da cereja. Aí vem Kairos em meu socorro, para espantar a tristeza. O amor vale pelo momento. O poeta Horácio aconselhava: Carpe diem quam minimum credula postero (Colhe o dia, confia o mínimo no amanhã). Devemos valorizar cada segundo como se fosse o último. É Borges que me aconselha: viva somente os bons momentos, não perca o agora. O amor não se mede pelas batidas do relógio. Não se mede pelo número de anos vividos.
E mais uma vez, Riobaldo, o herói e o jagunço, o filósofo de Grande Sertão e Veredas, na sua sabedoria, me lembra: “O real não está na saída nem na chegada; ele se dispõe para a gente é no meio da travessia. Chegar é importante, mas caminhar é tudo, pois só chega quem se põe a caminho.”

Agradeço a todos os que tem me ajudado nesta travessia. Gratidão pelas felicitações de minha data natalícia. A vocês que correspondem desta forma, neste gesto de parabenizações, acolho a cada um, e agradeço pelo dom da amizade, que é para poucos. Assim seja!


                                     Rafael Tafarello









sábado, 2 de setembro de 2017

Eu hei de vencer!

Olá amigos e amigas queridas do blog.
Volto a escrever, depois de passar um ano muito difícil. No ano passado ( 2016) meu pai teve um AVC do qual ficou morando 3 meses comigo para que eu cuidasse dele , mas depois veio a falecer. Que momento difícil!!!!
Quem passa pelo luto familiar sabe. Eu me senti sem chão! Insegura! Apesar de ser uma mulher de fé, e de oração, a dor quando bate em nossa porta, vem com muita força, querendo nos desestruturar. Eu sabia que meu pai merecia este descanso. Afinal viveu 79 anos bem vividos! A gente ama, e não quer perder nunca. Mas a vida é assim. Um dia teremos que enfrentar as perdas, a morte, o vazio, a dor da saudade. Foi um tempo de chorar e rezar. Silenciar, pensar e relembrar! Mas graças a Deus, depois de 1 ano, respeitando meus sentimentos, rezando todos os dias, vi Jesus me fortalecendo de novo, aos poucos, com carinho, com paciência! Eu não tinha vontade de escrever, nem de tocar, nem de cantar. As vezes a gente não sabe o que fazer com a nossa dor. Ela está lá, dói e não sai tão fácil assim, de um dia pro outro. Mas uma coisa eu tinha certeza em meio a esta dor: Deus estava ali comigo! Ele mesmo promete na palavra que Ele está com aqueles que sofrem, que estão na aflição, na angústia! Talvez tem dias que você se sinta assim. Você pede, reza, se esforça, e parece que a doença, não sai do lugar. Continua ali do mesmo jeito, te fazendo sofrer, dia após dia! Uma batalha que não tem fim.
Uma pessoa muito querida que conheci nestes tempo me disse: Nice, mesmo que as situações que aconteceram com você tirou todas as folhas, os frutos, os galhos da árvore da sua vida, uma coisa ela não tirou: a sua Essência! As suas raízes! E Deus na sua infinita misericórdia, ao SEU TEMPO, fará esta árvore crescer e dar frutos de novo! 
E hoje eu deixo esta mensagem pra você: Mesmo que a doença que você está passando, o medo,o pânico, ou qualquer outra situação difícil possa estar acontecendo na sua vida, você ainda pode dar frutos de novo! A sua essência está aí dentro de você! Deus pode na sua infinita misericórdia fazer uma renovação total na sua vida! Creia!
Hoje eu volto a escrever, sem medo da morte, estou mais corajosa pra viver, aprendi a encarar a vida de outra forma após o luto. A vida pra mim agora , ficou muito mais séria. Sei que o tempo que Deus nos dá é preciosíssimo. Que possamos usá-lo bem, mesmo em meio as enfermidades e dificuldades. Vamos regar nossas raízes com a oração, o amor a Jesus, a certeza de que Deus está cuidando de nós! Ele cuida de você! 

Nesta semana, conheci um terço que nunca havia rezado: o terço da Batalha!
Achei de um valor muito grande, para rezar nos momentos de batalhas que passamos.
Então eu convido você a rezar comigo este terço hoje, pedindo a Jesus, que te ajude a vencer esta batalha que você está enfrentando em sua vida!
Reze, peça com fé!
Tenho certeza que Jesus ouvirá o seu clamor!
Vamos continuar firmes, batalhando por nossas vitórias! Em Jesus somos mais que vencedores!
Força e fé!


TERÇO DA BATALHA



domingo, 13 de agosto de 2017

Oração a Santa Rita de Cássia



Oração a Santa Rita de Cássia


Queridos amigos e leitores,hoje dia 13 de agosto de 2017 retorno a escrever no meu blog, depois de um ano bem difícil, principalmente porque meu pai faleceu e viver o luto não é uma coisa tão fácil assim, principalmente quando se trata de nosso pai ou mãe. Foram momentos onde a oração diária me sustentou muito. 
Eu recomeço este momento, com esta linda oração a Santa Rita de Cássia, do qual eu gravei para postar no meu canal do youtube:Orações Católicas! 
Sabemos da poderosa intercessão que os santos podem fazer por nós no céu. Vamos com fé e devoção, rezar a eles, suplicando pelas graças que necessitamos. Você que está passando por situações difíceis, recorra a esta graça que Deus nos concede pela intercessão dos Santos.
Deus ouvirá a sua oração!
Deus seja Louvado!








quinta-feira, 17 de março de 2016

A presença viva de Jesus!

Olá queridos amigos e amigas que acompanham este blog.
É com muito carinho que agradeço a presença de cada um de vocês aqui neste espaço. Como Deus é bom. De todo o mal Ele realmente tira um bem.
Sofri tanto no passado com o pânico, mal sabia ou podia imaginar que um dia este sofrimento que só quem tem sabe como é ruim demais, poderia se tornar uma ajuda tão preciosa a tantas pessoas hoje. 
Agradeço de coração a Jesus por agir assim, apesar de não entendermos o sofrimento que bate à nossa porta tantas vezes.
Eu não entendia o meu. 
Como eu chorei tantas vezes. Como foi difícil tantos dias. Meu Deus!
Parecia que não ia acabar nunca! Mas acabou!
As vezes não entendemos porque sofremos.
É difícil mesmo compreender os caminhos de Deus!
Porque Ele permite tantos sofrimentos!
Mas eu sempre leio na Bíblia que os sofrimentos que Deus permite fazem parte de um plano de santificação, que só vamos entender lá na frente. Mas também muitos sofrimentos acontecem por causa de nossos pecados, e da ausência de Deus em nossa vida. Mas Deus enviou seu Filho Jesus para nos ajudar!



Por isto eu hoje passo aqui, para reforçar e dizer pessoalmente a você que CONFIE EM JESUS, mesmo que esteja PASSANDO o pior dos sofrimentos. Não só do pânico não, talvez da depressão, da doença incurável, do desemprego, da separação,ou até da morte de alguém em sua vida! Para todo o mal JESUS tira um bem quando O colocamos verdadeiramente como o centro de nossas vidas! 
Muitas pessoas me perguntam se Jesus irão curá-las como me curou. Eu não tenho autoridade pra responder esta pergunta, mas eu tenho FÉ que Jesus PODE CURAR, EU CREIO que Jesus sempre, mas sempre quer derramar o SEU AMOR por cada um de nós e ESTE AMOR é curador. Cura a alma, cura a mente, cura o corpo. É só ficar NELE, com Ele  e para Ele tudo entregar. 



Estamos PERTO da PÁSCOA! Tempo novo! Tempo de Ressuscitar com Jesus! 

" Eis que renovo todas as coisas " Diz o Senhor em Apocalipse 21, 5.

Não desanime porque você vê o mundo desanimando, as coisas dando erradas, o pessimismo tomando conta de tantos corações. Não desanime! Não confie apena nos sentimentos e comportamentos dos homens que muitas vezes não exalam a fé que você precisa. Confie em JESUS! Ele renova todas as coisas da sua vida!

Busque o Senhor no sacrário, na comunhão, na confissão, nas orações, no culto, na sua comunidade! Fortaleça sua alma, sua fé porque Jesus vive! E Ele está no meio de nós!

Continuemos juntos nesta luta até o céu! Vamos juntos receber a coroa da Vitória! 
O Senhor agirá!
Faça a sua parte com fé. Busque o caminho de Jesus.
Ele é o caminho, a verdade e a vida!
Quem tem o Senhor, não precisa de nenhum outro auxílio diz a palavra.
Ele cuida dos seus. Seja de Jesus!
E verás maravilhas acontecer mesmo em meio a dores e sofrimentos.
Não existe um caminho sem cruz. Mas existe neste caminho muitas graças, consolo, libertação, curas, amparo, restauração, ânimo, novo avivamento! E assim vamos caminhando....

Peça a Ele com fé por sua libertação: " A confiança que depositamos nele é esta: em tudo quanto lhe pedimos, se for conforme à sua vontade, Ele nos atenderá. "  1 João 5, 14.

Que seja feita a vontade de DEUS na sua vida! Hoje e sempre! Amém!

Jesus eu confio em Vós!



terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Ladainha do Preciosíssimo Sangue de Cristo!

Meus amigos e amigas do blog. Mais um ano se inicia, e com Jesus vamos caminhando com fé, com muita oração, deixando Jesus trabalhar em nosso coração, para nos curar, nos libertar e nos restaurar. Em Cristo somos novas criaturas! Hoje me tocou falar mais uma vez do poder do Sangue de Jesus.


Quando estamos doente, principalmente  quem tem pânico e na hora da crise, acha que vai morrer ali, que tudo vai acabar, acabamos rezando tudo o que cai em nossas mãos. Com certeza, toda oração rezada com fé, é ouvida por Deus e tem seu valor.
Mas ao longo desta caminhada, percebo que quando rezamos orações que invocam e falam do sangue de Jesus, começa a acontecer na hora da oração uma libertação na pessoa. As vezes vem muitos bocejos,ou saem lágrimas sem choro, como se você estivesse com sono, mas na verdade, é uma manifestação do Espírito Santo nos tocando e nos libertando de algo que estava nos pesando. Mas mesmo se você não sente nada, a libertação acontece.


Um dia ouvindo uma palestra do Pe. Jonas Abib da comunidade Canção Nova,ele dizia, que quando oramos ao preciosíssimo Sangue de Jesus, os demônios fogem. Porque este sangue é precioso. É o sangue redentor, derramado por todos nós! O Poder é imenso!


Em Isaías 53 diz: " Por Suas chagas fomos curados "
As chagas de Jesus, abertas na casa de Pilatos quando foi amarrado, no caminho do Calvário carregando a cruz ,na cruz pregado, na sua agonia, na lança que passou no seu peito, nos pregos que colocaram em suas mãos e pés, nas chicotadas, e tantas agressões abriu para nós um PODER CURADOR! Vamos hoje nos apropriar desta verdade e pedir a Jesus que o Seu Sangue derramado por mim, por você, toque hoje na sua mente,aonde começou o seu pânico,no seu cérebro, no seu corpo, na sua alma, e traga a cura, a libertação que você tanto precisa!

Nos momentos em que eu tinha pânico, eu pegava a minha cruz que ficava pendurada na parede da minha sala e começava a rezar em voz alta esta oração da Ladainha do Sangue de Jesus. Nossa!!! Quantas vezes eu clamei este sangue sobre  a minha mente, o meu mal estar.E o pânico ia passando...
Não tenha medo de nada não! Tenha fé e ousadia mesmo em meio à doença!
Pegue a sua cruz (se tiver uma) e reze, clame o sangue de Jesus!



Rezemos esta oração: A Ladainha do Preciosíssimo Sangue com fé.
Feche por um instante seus olhos. Imagine você diante da cruz de Jesus e Ele ali crucificado ao olhar para você do alto da cruz, cai uma gota do seu sangue precioso na sua cabeça. Esta gota leva para dentro de você toda a paz, a cura, a libertação que você precisa neste momento.
O amor de Jesus espalha por todo o seu corpo, seu cérebro, sua pele, sua pessoa e te inunda, te renova, te traz vida e vida em abundância.
Amém!

Oremos. Gravei esta oração para te ajudar a rezar!
De uma forma simples, mas espero que te ajude, assim como me ajudou!
Não desanima! Não tenha medo de nada!
Repita muitas vezes: Jesus eu creio! Por suas chagas eu sou curada!

Oremos com fé: