Seja bem vindo ao blog! Aqui você conhecerá minhas experiências sobre o processo da minha cura da Síndrome do Pânico. Faço um trabalho missionário. Gravei um cd: a cura dos medos onde conto meu testemunho, canto e faço oração para ajudar as pessoas que sofrem desta doença. Se tiver interesse entre em contato pelo e-mail: nicemorales@hotmail.com

Conheça também o meu blog: Bom para meu filho , vivo bem sem lactose.

Espero que goste!

ESTE BLOG AGORA ESTÁ NO FACEBOOk! Você pode acessar:


VENÇA O MEDO


terça-feira, 24 de junho de 2014

A cura pela confissão- Oitavo mandamento- Não levantar falso testemunho

Existe um livro pequeno mas de grande conteúdo chamado: " O Poder da Palavra. " Foi escrito pelo Cônego Arnaldo Padovani e editado pelas edições Paulinas. O livro todo se refere ao comportamento da nossa língua, vamos dizer assim. Falar é um ato que pode gerar muita paz ou muitos conflitos.
E o que Deus nos pede é que falemos sempre o bem para gerar o bem na alma do outro. Ele mesmo cita na Bíblia que quando escolhe alguém para ser servo, espera que este servo leve a boa nova para curar os corações doloridos, para libertar quem está cativo, para consolar e animar os corações desanimados. Leia Isaías 61 e verás isto!


A palavra tem poder e dá sensações de poder também a muitas pessoas. Tem muita gente tímida que não consegue falar muito ou falar em público, mas tem pessoas que descobrem que pela palavra pode mandar nos outros, usar para mostrar que tem mais autoridade, força, quer intimidar os mais fracos e usa este poder para destruir a imagem, o ânimo, a esperança de alguém.
E fazer isto se torna um pecado.


É muito difícil dominar a nossa língua. Principalmente para pessoas que tem na sua personalidade o ato de falar sem pensar. Sai falando o que pensa, a qualquer hora, usando este # prontofalei# mas de repente pode ter também cometido outras coisas como: # prontomagoei#, #prontojulgueisemsaber# e por aí adiante!
Precisamos pedir ao Espírito Santo a graça de controlar nossa língua.
Mesmo que você pense, tenha suas opiniões, e tem até a liberdade de se expressar, deve ter a " arte " de saber falar bem e usar bem este instrumento.


" Quando os olhos são maus, nada conseguem ver sem maldade e essa maldade sai logo pela língua. Jesus diz: A lâmpada do corpo são os olhos. Quem tem bons olhos, tem seu corpo iluminado e tudo lhe parece maravilhoso. Quem tem olhos maus, todo o seu corpo está em trevas e o mundo só é visto com leviandade.Quem só vê maldade no mundo e nas pessoas, nunca tem palavras de esperança, de entusiasmo, de alegria, e de amor em suas conversas. Quando os olhos são maus, falta paz interior, pondo em agitação a língua, como promotora da guerra. Quem tem olhos maus, não consegue ver o bem; zomba do que deveria admirar; chega até a rir por fora, daquilo que o faz chorar por dentro. "
( Trecho do livro " O Poder da palavra")


Se não curamos nossas fraquezas acometidas pela língua ficaremos sempre no vício e no pecado de mentir, caluniar, falar mal, difamar, inventar coisas dos outros, dar falso testemunho, julgar a partir das aparências...
E muitas vezes juramos as palavras colocando Deus em nossa fala.
Vamos fazer um exame de nossas palavras, ver o que de fato falamos para construir o outro, ajudar o outro, mas com paciência, moderação, e momento certo. Use a meditação, o silêncio para ir aquebrantando suas agitações interiores e incorporar em você novos gestos de ver o bem, o belo, a paz, para poder devolver em palavras o que você está vendo.
Não use palavras de medo para assustar ou desanimar.
Quantos pais inventam medos para suas crianças e as tornam inseguras para viver, porque tudo tem bicho, homem do saco, fantasma, médicos que machucam,injeções ruins, pessoas feias no mundo que vão pegá-las e por aí a fora...
Vem Espírito Santo controlar todo nosso ser e nos cure, nos lave e nos liberte de todo o mal que as palavras de outras pessoas, até mesmo de nossos pais, esposo, esposa, filhos, amigos, disseram e nos fizeram mal interiormente.
Eu perdoo hoje estas pessoas em Nome de Jesus!
Que minha língua seja para louvar, bendizer e Adorar e dar graças hoje e sempre. Amém!

Não levantar falso testemunho- oitavo mandamento

Sempre dizer a verdade a qualquer custo. Jamais mentir, caluniar, falar mal, difamar, inventar coisas de outras pessoas, por nenhuma motivo e muito menos em juízo( diante de algum júri), para obter algum ganho material de herança ou dinheiro. O testemunho e o juramento sempre chamam a Deus como testemunha de que se está falando a verdade. Viver a verdade na comunidade.

- Falei mal dos outros?
-Menti?
- Difamei?
-Caluniei?
-Semeei discórdia ou inimizade na família, no trabalho, na comunidade?
-Dei falso testemunho contra o próximo?
-Sou fofoqueiro?
-Falo ou gosto de ouvir falar mal dos outros?
-Denunciei com ódio?
-Violei segredos ou cartas alheias?

Meus Deus, eu me arrependo de todo o coração de Vos ter ofendido porque sois tão bom e amável. Prometo com Vossa Graça esforçar-me para ser bom. Meu Jesus, Misericórdia.

quinta-feira, 19 de junho de 2014

A cura pela confissão- sétimo mandamento- Não furtar

Vamos meditar sobre o sétimo mandamento: Não furtar.
Muitas pessoas tem a firme certeza de que não rouba e não furta nada de ninguém. Graças a Deus por este gesto honesto e santo! 
Mas mesmo assim precisamos meditar se alguns outros comportamentos de " reter " as coisas não estão acontecendo e isto se encaixa neste mandamento.



Podemos não retirar nada de ninguém diretamente como um roubo as claras, mas podemos não estar respeitando o que é dos outros.
Isto é furtar também.
Precisamos respeitar o esforço e o trabalho de outras pessoas e não " montar " vamos dizer assim em cima delas, tirando o que nos interessa e nós mesmos não nos esforçamos para conseguir o que se precisa dignamente.
Devemos também repartir o que nos sobra. 
Sempre devemos ser canal de graça e caridade para o outro.
Se Deus te concedeu ter um pouco a mais não é só para você, com certeza 
é também para ajudar alguma outra pessoa ou outra família.


É um trabalho que você precisa fazer com seu coração: desapegar.
Aprender que não levaremos nada nesta vida, e a caridade é o gesto
mais sublime que levaremos a Deus um dia.
Trabalhar dignamente, progredir com entusiasmo e respeito, pagar o salário justo caso você seja empresário ou patrão de alguém, não explorar o trabalho de ninguém faz parte das atitudes de quem não furta nada de ninguém.
Dívidas: Se você tem dívidas, precisa fazer um plano, um acordo e pagar. Sei que muitas pessoas não conseguem pagar suas dívidas quando perdem o emprego, mas mesmo assim devemos procurar a quem devemos explicar a situação e sempre demonstrar que iremos pagar e quitar nossas dívidas assim que conseguirmos de novo uma forma de renda. Deus ajudará aqueles que assim procederem com transparência e honestidade.



Respeitar e ajudar os mais pobres, ser sinceramente fraterno e transparente em suas atitudes com o outro faz com que você viva de forma honesta e não estará cometendo esta falta.
Tem muitas pessoas que tem o vício de falar mentirinhas, enganar os outros, sempre enrolar, não respeita a outra pessoa, não é transparente com o outro.
Deus pede na Bíblia que seu sim seja sim e seu não seja não!
Então vamos assumir uma postura autêntica de nunca retirar nada de ninguém, se manter firme na transparência, na verdade e no respeito.
Com certeza isto te fará uma pessoa de um caráter melhor e ainda terá uma alma linda!

Se por algum momento você sentiu no coração que cometeu alguns atos e gestos assim vamos fazer então a reflexão abaixo a partir das perguntas que a igreja nos orienta e se depois fazer uma boa confissão:

Sétimo mandamento- Não Furtar!

- Furtei alguma coisa dos outros?
-Peguei dinheiro escondido dos meus pais, superiores ou qualquer outra pessoa?
-Cobicei coisas alheias ou planejei algum furto?
-Paguei as dívidas?
-Procurei reparar os danos causados?
-Enganei meu próximo na compra ou venda de alguma coisa?
-Desperdicei tempo no trabalho?
-Devolvi o que peguei emprestado?
-Pago a meus empregados o salário justo?
- Sou honesto no trabalho?

" Meu Deus, eu me arrependo de todo o coração de Vos ter ofendido porque sois tão bom e amável. Prometo com Vossa Graça esforçar-me para ser bom. Meu Jesus, misericórdia. " 

segunda-feira, 16 de junho de 2014

A cura pela confissão- sexto mandamento- Não pecar contra a castidade

O que é castidade? Castidade é a atitude de compreender a importância da sexualidade que Deus, como Pai e amigo, dá para as pessoas e valorizando cada vez em nós essa sexualidade, respeitar-se e respeitar os outros com alegria de coração e clareza de sentimentos.


Assim, faremos deste ato um grande gesto de louvor e agradecimento a Deus pela beleza e harmonia de sua obra em nós.
Não pecar contra a castidade é respeitar o sexo, é compreender a sexualidade.
É conviver naturalmente com a presença dos órgãos sexuais e suas reações naturais em nosso corpo pois eles são o mais rico instrumento que Deus criou para a transmissão da vida, vínculo de amor.
Desrespeitá-lo é ser extremamente egoísta.
Ser sexualmente egoísta é pecar contra a castidade.
Deus nos pede total respeito ao sexo, com muita naturalidade, porque a vida merece respeito, merece ser valorizada.
Aceitar-se sexualmente é viver fraternidade na diversidade sexual.

(Texto extraído do livro Preparando minha confissão- Pe. João Pedro da Silva Peres- Editora Salesiana.)


A relação sexual é com certeza um dos prazeres que Deus deu ao homem para completar sua humanidade, sua essência como pessoa. Mas como o texto acima disse, faz parte dele um ato de Louvor e agradecimento a Deus pela beleza e harmonia criada em nós.
Pela sexualidade nos reconhecemos como portadores da vida, do amor e da graça de Deus.
Mas infelizmente por ser um ato de extremo prazer atrai o egoísmo.
O homem atraído pelas paixões da carne sempre quer todas as coisas boas para si, aquelas que dão prazer para ele.
Muitos se relacionam com outras pessoas até mesmo na " amizade " que depois percebemos que é falsa para conseguir as vezes status, empregos qualificados, dinheiro do outro ou outros interesses egoístas. E na sexualidade também entra este jogo.
Eu quero me relacionar com o outro para satisfazer a mim, sem pensar nas consequências que causam. 
Achei forte a palavra que o texto diz: extremamente egoísta.
E se meditar profundamente é mesmo!
Pessoas que buscam prazer a cada dia em pessoas diferentes são extremamente egoísta.
E o egoísta não tem nada a oferecer, não desenvolveu ou não entendeu a capacidade de amar o outro. Então o que ele dá neste ato nunca é amor, e consequentemente a pessoa que está recebendo e pensa que se entregou por um ato de amor, na verdade se entregou por um ato de egoísmo.
Qual o final disto: desilusão, decepção, vazio, vício sexual, carência,etc... 


Se você deseja ser amado de verdade, na essência da sua alma, deve se fazer respeitar e não aceitar qualquer ato egoísta sobre você e seu corpo.
Ainda mais nos tempos de hoje onde a imagem do corpo sensual está abusada e apelativa.
Na Bíblia diz: " No fim dos tempos virão impostores, que viverão segundo as suas ímpias paixões; homens que semeiam a discórdia, homens sensuais que não têm o Espírito".  Epístola de Judas, 18,19.
Precisamos muito da graça de Deus para viver na castidade, porque a carne é fraca, e se estamos carentes nos entregamos facilmente mas depois sofremos ainda mais com este ciclo de carência.
Quantas histórias conhecemos de pessoas que passaram a ter depressão, pânico, doenças físicas por causa dos erros cometidos na sexualidade, e nas decepções que outras pessoas causaram por causa de seu egoísmo.
Sentir o egoísmo do outro na nossa pele dói demais, fere muito.
Só uma alma plena do Espírito Santo, plena da graça de Deus consegue preencher estas carências e dar um outro direcionamento sadio para a sua sexualidade. Se libertar o egoísmo.
Se você hoje se sente assim, sem forças e vivendo dentro deste egoísmo mas deseja uma mudança, vida nova na sua sexualidade, vamos meditar as perguntas abaixo e fazer depois uma boa confissão.

" Não pecar contra a castidade "

- Faltei ao pudor?
- Cometi pecados sexuais comigo mesmo ou com outros?
-Provoquei desejos sexuais através de leituras, piadas, toques, cinemas, bailes, trajes indecentes, filmes, revistas ou livros pornográficos?
-Convidei alguém para o pecado do sexo?
-Tive relações sexuais fora do matrimônio?
-Desrespeitei meu corpo,meus órgãos sexuais?
-Olhei maliciosamente?

" Meu Deus, eu me arrependo de todo o coração de Vos ter ofendido porque sois tão bom e amável. Prometo com Vossa Graça esforçar-me para ser bom. Meu Jesus, Misericórdia. " 

terça-feira, 10 de junho de 2014

A cura pela confissão- Quinto mandamento- Não matar.

Na Bíblia Deus disse: " Não matarás ". Está no capitulo 20 do livro de Êxodo, versículo 13. Com certeza este mandamento é muito claro para todos nós e naturalmente dentro de uma vida sadia não desejamos a morte e nem queremos ser vítimas dela de uma forma trágica e difícil. Mas infelizmente o mundo mostra que muitas pessoas são vítimas e muitas são canais deste ato que vai contra a vontade de Deus. Faltam com o respeito para com a vida do outro ao ponto de tirar a vida dela.





" A vida humana é sagrada porque desde sua origem ela encerra a ação criadora de Deus e permanece para sempre numa relação especial com o Criador, seu único fim. Só Deus é o dono da vida, do começo a fim; ninguém, em nenhuma circunstância, pode reivindicar para si o direito de destruir diretamente um ser humano inocente. "  Catecismo da Igreja Católica-2258



Graças a Deus podemos ter a paz neste mandamento quando já pensamos de imediato: Bom, não matei ninguém, então, está tudo bem.
Com certeza neste ato violento sim, mas existe outros fatores que a igreja nos orienta a fazer uma reflexão neste mandamento de não matar também em relação aos atos que fazemos a nós mesmos e aos outros atentando a vida, colocando a nossa  e a vida do outro em risco.
Nestes atos temos que refletir  sobre: o ódio, a vingança, a tentativa de suicídio, o escândalo, o cuidado com a saúde, o respeito a integridade corporal, a cólera, o aborto que podemos estar  alimentando dentro de nós ou cometendo em atos concretos.
São situações que não matam de uma vez, mas matam aos poucos...


Começando pelos sentimentos de raiva, ódio e vingança:
ao lembrar o preceito " Tu não matarás " Nosso Senhor pede a paz do coração e denuncia a imoralidade da cólera assassina e do ódio.
A cólera é um desejo de vingança.
O ódio voluntário é contrário à caridade.
O ódio ao próximo é um pecado quando o homem quer deliberadamente seu mal. ( Catecismo- 2302)
Jesus nos pede ao contrário: " Eu porém, vos digo: amai vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; desse modo vos tornareis filhos de vosso Pai que está nos céus..." ( Mateus 5,44-45)


O que precisamos refletir:
Como você lida com seu ódio ou raiva? Em princípio ele é um sentimento que todos nós temos, mas não podemos deixar que ele nos domine, ou passamos a viver e a agir por conta disto. Muitos por causa do ódio, acabam com a vida de outra pessoa emocionalmente porque começam a fazer torturas psicológicas, outras tiram a paz com gritarias, brigas, ofensas, outras tramam coisas para tirar o companheiro ( a ) de alguém, o emprego, um projeto, um filho, a moral,etc...
É muito sério isto diante de Deus!  
A inveja também faz muitas pessoas perseguirem outras pessoas.
Ter raiva, se irritar, explodir é natural em princípio se depois do ato você reconhece o mal que causa e entra com o perdão,e a oração ao Espírito Santo para controlar todo o seu ser.
E o controle pode chegar a tamanho grau e profundidade que a pessoa nem demonstra mais as raivas e ódios com frequência.
Muitos santos superaram isto com orações e mortificações e conseguiram.


O Escândalo também é outra situação que  pode causar grandes danos a vida de uma pessoa. 
Não este escândalo de uma " gritaria no meio da rua" por exemplo, mas escandalizar com atitudes que decepcionam profundamente outra pessoa e pode levá-la a grandes traumas de rejeição, desmotivação para viver e ainda pode levar o outro a morte espiritual.
No Catecismo diz também que o escândalo é a atitude ou comportamento que leva o outro a praticar o mal. Quem escandaliza torna-se o tentador do próximo.
Jesus diz: " Caso alguém escandalize um destes pequeninos, melhor será que lhe pendurem ao pescoço uma pesada mó e seja precipitado nas profundezas do mar."  Mateus 18,6.
O escândalo pode ser provocado pelas leis ou pelas instituições, pela moda ou pela opinião.
O escândalo é grave quando por natureza a pessoa tem por função ensinar e educar os outros, e rouba este espaço com atitudes e gestos contrários a esta ação educadora.
Quantos pais,avós,babás, padrastos, madrastas, tornam-se escândalos para seus filhos,netos ou enteados(as) quando são omissos ou portadores em atos graves que se cometem dentro do lar, como abusos sexuais, agressões físicas, estimulação do erro, dos vícios, das maldades, ou omissão na educação e no zêlo para com a criança e ou adolescente. Ou mesmo professores, educadores e figuras religiosas que pregam de uma forma e cometem atos desumanos.


Se você está falando uma coisa para seu filho, seu enteado ( a), seu aluno, em princípio e fazendo outra coisa, precisa refletir seus atos e pedir perdão a Deus, caso criou situações que possa ter gerado desamor, decepção, e até morte espiritual: falta de fé, tristeza, depressão, desconfiança de Deus...
Peça a Deus a graça de ser um bom pai, mãe, padrasto, madrasta,avô, avó, para levar às crianças e adolescentes uma vida digna de respeito.


E também refletir sobre sua saúde. Ter cuidado com si mesmo( a) na alimentação, na dosagem dos remédios, os excessos de comida e bebida que levam a deixar sua vida em estado de alerta!
Fui tratada por uma médica no interior que sempre me dizia quando eu ia na consulta: Nice, a maior parte das doenças que trato aqui é por má alimentação. E doenças graves que podem levar à morte.
Manter-se sóbrio, saudável para direcionar sua vida e a dos outros na paz e na graça é o que Deus espera de nós,  principalmente  se você tem uma família. Eles dependem de sua saúde para se manterem saudáveis também.
No caso de pessoas que sofrem do pânico, e tomam remédios, busque sempre a orientação do médico, e tome corretamente. Se algo não estiver bom, efeitos colaterais muito ruins, converse com ele, para trocar, mas obedeça, não pare o tratamento por conta e nem tome o que outra pessoa está tomando. Isto é respeitar sua saúde. E homens obedientes tem muitas vantagens diante de Deus até para alcançar a sua cura.



Outras situações também como o aborto, a embriaguez, atos que são questionáveis no mundo de hoje, mas para Deus tudo o que tira a vida não é correto. Como acreditamos no Deus do impossível, no Deus que liberta os cativos, tira da prisão, que de todo mal tira um bem, devemos acreditar sempre na vida e deixar que Deus tire um bem do mal cai sobre nós.
Se você é tentado a ter pensamentos suicidas, de morte, de que o outro morra e não eu, etc... comece a rezar mais e peça a Jesus a graça de purificar seus pensamentos no sangue derramado da cruz. Renuncie estes pensamentos. Faça o sinal da cruz na sua fronte e renuncie. Diga a Jesus: Senhor eu não quero desejar a morte para ninguém e nem para mim. Eu renuncio isto. Eu desejo a vida, a paz, a cura e a libertação de tudo aquilo que gera a morte.
Dai-me esta graça Senhor. Fortalece meus pensamentos e meus atos em Ti.
Vem Espírito Santo reinar no meu coração com a vida plena! Amém.

Então faça sua reflexão e se sentir alguma coisa no seu coração, procure o sacerdote e faça sua confissão:

Quarto mandamento- Não matar

- Expus-me ao perigo?
- Tentei suicídio?
- Fui imoderado no comer e beber?
- Usei tóxicos?
-Tive raiva do meu próximo ou lhe desejei o mal ou a morte?
-Roguei praga contra as pessoas?
-Incitei alguém para o pecado?
- Disse palavras injuriosas para o meu próximo?
-Maltratei, feri, matei os animais por diversão, por maldade?
-Espanquei, feri, matei alguém?
-Mandei ou aconselhei a matar?
- Aconselhei ou provoquei aborto?
-Dei mau exemplo?
-Pus em perigo a saúde do próximo?
-Dirigi embriagado ou abusei no volante?
-Preocupo-me com a fome das outras pessoas carentes?

" Meu Deus, eu me arrependo de todo o coração de vos ter ofendido porque sois tão bom e amável. Prometo com Vossa Graça esforçar-me para ser bom. Meu Jesus, Misericórdia."

sexta-feira, 6 de junho de 2014

A cura pela confissão- quarto mandamento- Honrar Pai e Mãe

Hoje o assunto é a família: pai, mãe, irmãos, avós, e toda a parentela.
Viemos de uma família e Deus assim fez este projeto para que todos nós tivéssemos um lugar onde deveria ser um lugar de amor, de aconchego, de afeto, de crescimento, de troca. Graças a Deus existem muitas famílias que ainda vivem assim, mas infelizmente muitas não estão estruturadas para passar tantas informações boas e de carinho. 



É complicado o assunto família. Dentro dela tem histórias e histórias...
A minha não foi fácil. E acredito que na sua também deve ter dificuldades ou por causa de vícios, ou por causa de temperamento, ou por causa da ausência.
Mas mesmo assim Deus pede que honremos o nosso pai e a nossa mãe, independente da personalidade deles, do que eles fizeram ou deixaram de fazer, do jeito que nos criaram, ou amaram. É difícil para muitas pessoas amar seus pais, quando eles mesmo demonstraram desamor. Eu sei. Muitas vezes senti isto na pele. Precisei ser muito restaurada por Deus, perdoando a  minha família, antes de assumir de verdade no coração este quarto mandamento. Quem conhece a minha história sabe como tive enormes dificuldades no relacionamento com minha mãe. Quando entrei no grupo de oração,tive que rezar por isto. Mexer nesta ferida. Rezei durante um ano, diariamente o terço do perdão para perdoar tantos gestos que eu sentia que para mim eram desamor. Foi um ano de muito sacrifício, porque eu rezava com raiva, tinha muita dor, mas perseverei e esta raiva passou. Graças a Deus. Fui curada e liberta desta raiva que eu guardava.



Fui entendendo que cada um teve sua história de dor na vida e infelizmente nos atingiram com esta dor, mas de repente nem era a vontade de nossos pais nos machucarem. Só se estes realmente sofrem de problemas psicológicos, emocionais que trocam na mente o sabor do amor pelo ódio, vingança, abusos,desajustes psíquicos e acabam machucando e de forma repetitiva. Aí é doença e precisa ser tratado e as vezes até afastado de seus filhos, e Deus ensina e consola muitos filhos a olhar para estes pais com mais misericórdia e rezar por eles que já é um grande gesto de amor.
Vou contar um testemunho meu: Um dia eu estava rezando o terço do perdão para perdoar minha mãe. Mas eu rezava com raiva e estava inconformada de ter uma mãe daquela forma, com comportamentos que me machucavam. Não estava aceitando os defeitos da minha mãe de jeito nenhum. Então depois que eu rezei, veio no meu coração: Nice vá agora na padaria compra pão. Bom eu sempre ia mesmo, mas senti como uma ordem de Deus! Então eu fui. Quando cheguei lá, ainda falei com meu coração: Pronto Senhor, estou aqui na padaria e agora? De repente, entra uma menina de 10 anos mais ou menos, e atrás dela segurando em seu ombro, vinha sua mãe que era cega. Nossa! aquela imagem de ver a filha guiando a mãe me tocou muito. Aí escutei no meu coração: As vezes na vida, é o filho que guia a sua mãe, Nice. Continue firme na sua oração de perdão que eu posso usar você para levar coisas boas a sua mãe também. Foi forte aquele dia. Cheguei em casa e chorei muito!
Estava sendo tocada na minha ferida. Ninguém gosta de ter uma mãe ruim, doente, cega, com defeitos...mas e se tem? Vai deixar de amá-la?




Muitas doenças, mágoas, medos, inseguranças ocorrem em nós na vida adulta por causa da educação que tivemos no nosso lar. É fato isto. Por isto convido você hoje a perdoar o seus pais, por todos os momentos ruins que você sentiu ao lado deles, ou pela ausência deles. Diga assim: Senhor Jesus, agradeço pela minha vida que foi gestada por minha mãe e meu pai. Tu sabes Senhor, como foi a minha infância, como foi a minha educação. Tu sabes Senhor dos momentos errados, difíceis, injustos, de solidão ou até mesmo abandono que eu vivi com eles. Hoje na tua presença quero perdoar os meus pais, por tudo que me machucaram. Lava do meu coração as mágoas, tristezas e decepções que eu tive com eles. Quero amá-los de novo, e pelo menos rezar por eles para que sejam abençoados por Ti. E obrigado pelos bons momentos em que rimos juntos, passeamos, brincamos, nos alimentamos, aprendemos alguma coisa. Obrigado também pelo esforço deles em educar-me de alguma forma.



Mesmo que você possa ter tido muitas dificuldades de relacionamento com seus pais e talvez tenha até hoje dificuldade de diálogo, pensamento, esforça-te para pelo menos manter  uma chama de respeito, oração e carinho por eles, mesmo de longe, mesmo que não se falem muito, mesmo que não consigam conviver por causa da personalidade difícil, ou porque ainda existe intolerância entre vocês, ou doenças emocionais, problemas que precisam de cura interior ou libertação. Diga a verdade a Deus, porque Ele mesmo diz na palavra para os pais não decepcionarem seus filhos: " Pais não exaspereis vossos filhos, pelo contrário, criai-os na educação e doutrina do Senhor. "  Efésios 6,4.
Deus quer a sadia convivência entre pais e filhos. Pede na Bíblia que eduquem seus filhos na sua doutrina. Mas quantos pais que tem tanto vazio no coração, sem fé, sem a graça de Deus e educou com o que tinha:drogas, alcoolismo, vícios, manias, neuroses, apegos, carências e tantas outras coisas ruins.
E se você hoje casou, tem uma família, muitas vezes acaba repetindo os mesmos gestos de agressão ou frieza, desamor, falta de paciência com sua família. Você quer isto? quando cai em si com certeza não. Mas porque acaba fazendo? Porque a gente dá o que a gente recebeu. Ninguém dá o que não tem. Talvez você não dê o mesmo vício ao seu filho que seu pai te deu, mas pode dar as consequências destas cenas que viu: raiva, frieza, desamor, apatia. Entende? De algum jeito a gente devolve.
Por isto se você se sente assim, pode conversar tranquilamente com Deus, porque Ele conhece a sua história e não vai te condenar se você não tem hoje grandes afetos pela tua família, mas você precisa pedir uma graça que só Ele dá nestas condições: De amar seus pais, sua família acima de todas estas coisas ruins e que ele não permita que você continue a exasperar, que você não continue como seus pais a dar exemplos ruins dentro de sua casa a seus filhos que todos os dias nos observam e se alimentam de nossos gestos, palavras e atitudes e vão levar estas cenas e marcas para o resto de suas vidas. Nos tornamos responsáveis pela formação de nossos filhos e família. E um dia prestaremos conta a Deus por isto. Podemos não ser os melhores, mas se ao menos pedimos a graça a Deus de nos ajudar a educar na doutrina Dele como Ele pede na Bíblia, já ajuda muito!





E quais são os gestos de amor?
A Bíblia ensina: O Amor é paciente, o amor é bondade, o amor é viver sem inveja, o amor é não ser arrogante, o amor é não ser orgulhoso, o amor não é egoísta, o amor não é se irritar, o amor não é guardar rancor.
Está em 1 coríntios capítulo 13.
Então se você pede a Deus a graça de amar seus pais acima das dores que você teve, já está começando a amar porque você quer que sua alma não guarde mais rancor deles. Você deseja a cura interior para viver melhor.
Tentar conversar sem arrogância, tentar fazer alguma gentileza se precisar, vai te fazer bem e ajudá-los também a sentir " o amor " que nunca souberam o que é de verdade.
Ouvi dizer que se você quer saber como um homem vai tratar sua esposa, repare como ele trata a sua mãe. É um ditado antigo mas ensina muito.
E as vezes tem muita verdade nisto!
Mas a Boa Nova é que Jesus veio para renovar todas as coisas.
Ele quebra as regras da educação que existe ou existiu, ou seja, o que você aprendeu na infância e leva para o resto da vida.Você leva sim, mas quando faz um encontro profundo com Jesus, Ele cura esta infância dolorosa, te restaura de novo e ensina a amar sua casa de uma forma bem melhor!
Já vi muitos filhos convertidos que começaram a levar o amor santo, puro para suas casas depois que tiveram um encontro com Deus e ainda ensinaram seus pais a amarem de verdade e a viver com Deus também.
Tudo é possível ao que crê.
Se teu pai tem vício de beber, jogar, fumar, adulterar, e você já teve um encontro com Deus seu gesto de amor é orar por ele para que ele se liberte e conheça o caminho da santidade.


Então pense com carinho neste assunto, reze e se você teve dificuldades que o levou a ignorar a história de seus pais eu te convido hoje a fazer a reflexão das perguntas abaixo que a Santa igreja nos aconselha a meditar e fazer um confissão neste sentido. E depois passe a rezar pelo seus pais vivos ou falecidos e peça a Deus que seu amor cresça por eles para que possa aos poucos fazer outras coisas por eles também.
Se teus pais são falecidos. Mande rezar uma missa por eles, manifestando este gesto de amor. Participe com amor desta missa!
Deus o abençoará muito por isto!
Muito mesmo!

Quarto mandamento- Honrar Pai e Mãe:

- Faltei com amor aos meus pais e a meus filhos?
-Dei mau exemplo?
-Fui impaciente em casa?
-Fui impaciente com a família?
-Fui bruto ou estúpido?
-Dialoguei com meus filhos?
- Escandalizei meus filhos?
-Agredi com palavras, gestos ou atos?
- Abandonei minha família?
-Descuidei de meus pais na velhice?
- Vejo no meus pais e nos meus superiores representantes de Deus?

" Meu Deus, eu me arrependo de todo o coração de Vos ter ofendido porque sois tão bom e amável. Prometo com Vossa Graça esforça-me para ser bom. Meu Jesus, Misericórdia."

segunda-feira, 2 de junho de 2014

A cura pela confissão- Terceiro mandamento

Olá queridos amigos e amigas do blog. Hoje vamos meditar o terceiro mandamento de Deus para fazer uma boa confissão e crer que Deus pode agir na tua alma e na tua mente através deste sacramento da igreja Católica.


Deus pede a seu povo que guarde o domingo ( para nós Católicos) como o dia do Senhor e fazer deste dia um dia de descanso mas também ter um tempo para a oração, para a missa dominical ( se for católico) e fazer uma boa reflexão para a próxima semana.
É sempre difícil parar, mas parar de verdade para meditar um pouco sobre sua vida, sua saúde, como anda suas coisas...
Este dia é importante e devemos ter esta prática e zelar com carinho para que seja um dia abençoado e cheio da graça de Deus!


Se você não trata seu domingo assim vamos meditar e fazer uma boa confissão:

Terceiro mandamento: Guardar domingos e dias santos de guarda

- Faltei a missa aos domingos e dias santos de guarda?
-Trabalho nesses dias por ambição ou interesse pessoal?
-Respeitei o Dia do Senhor?
-E a casa de Deus?

" Meu Deus, eu me arrependo de todo o coração de Vos ter ofendido porque sois tão bom e amável. Prometo com Vossa Graça esforça-me para ser bom.
Meu Jesus, Misericórdia. "